90 Anos, 90 Palavras (48)

(In)Quietação

Saramago desassossega e acalma. Ler os seus livros é levantar os olhos e questionar o mundo. É confrontar as nossas certezas e nesse desequilíbrio reconstruir as possibilidades infinitas de ser e agir generosamente. Ler os seus livros é decidir que, como ele disse em 1998, perante as misérias do mundo e a constatação de que não está nas nossas mãos resolvê-las, mesmo aí “temos de nos comportar como se assim fosse”.

Sinto muito a falta da sua voz (in)quietante.

Aurora Cerqueira

Professora

Aveiro

(recebida por correio eletrónico)

Pin It on Pinterest

Share This