90 Anos, 90 Palavras (8)

Montanha:

“Subi ontem à Montanha Branca”, diz nos Cadernos de Lanzarote e logo o reproduz o filme José e Pilar. A vida de José Saramago foi uma contínua ascensão. Fez-se a si mesmo e demonstrou-nos que todos podemos se colocarmos o nosso empenho em avançar sempre. Saramago coroou a montanha, os demais, com ele, subimos degraus. Para conhecer, analisar, para tratar de concluir no mundo o processo de humanização que não conseguimos como espécie. Alguns conseguem-no. A montanha de Lanzarote, que é o mundo, demonstra-o.

Amalia Fernandez
Sevilla
(recebido por correio electrónico)

Pin It on Pinterest

Share This