Amnistia Internacional: a importância da participação

A Fundação José Saramago agradece à Amnistia Internacional as suas campanhas de consciencialização da opinião pública e os seus esforços para acabar com a tortura e com a morte pelos chamados “delitos de opinião”. Com capanhas como esta, a Amnistia Internacional devolve alguma sanidade ao mundo. Obrigado.

*

A nossa assinatura não bastou para salvar a vida de Vittorio Arregui:

Cientos de palestinos honran la memoria
de Vittorio Arrigoni en Gaza
(El País)

*

Nota da Fundação José Saramago:

No passado dia 14, activistas de todo o mundo puseram-se em movimento através de organizações internacionais solicitando a libertação de Vittorio Arregui, voluntário do Crescente Vermelho e única testemunha ocidental da operação “Chumbo Fundido” que o governo de Israel levou a cabo contra Gaza. Vittorio Arregui, supostamente sequestrado por um grupo islâmico salafita, foi encontrado morte no dia 15.

A crueldade deste crime não deve fazer-nos retroceder nas nossas apostas cívicas: diante de cada vida, única e irrepetível, temos a obrigação de intervir. Embora seja apenas manifestando a nossa pessoal indignação. Embora a maldade seja surda  e pareça superar o sentido comum, esse que diz que nada pode matar ninguém, que nenhuma causa justifica a tortura, o crime. Paz para Vittorio Arregui, que o seu nome não seja esquecido. E obrigado.

Pin It on Pinterest

Share This