“As Intermitências da Morte” em estreia no FITEI

Uma versão teatral da obra de José Saramago “As Intermitências da Morte” é apresentada em estreia mundial no FITEI no Porto, no teatro Carlos Alberto nos dias 30 e 31 de maio, em estreia mundial, numa coprodução do Ítaca Teatro de Itália, da Associação Cultural Quinta Parede e da companhia Trigo Limpo.

“A partir da obra de Saramago, decidimos encenar um espectáculo com uma dramaturgia livre de dogmas, como é o romance, mas ao mesmo tempo apaixonada e tensa, à procura do sentimento do amor”, dizem os responsáveis por esta peça no texto do programa.

O projeto, o texto dramático e a dramaturgia são de Gianni Bissaca e José Caldas, o qual fez também a encenação. Em palco estão os atores Ginni Bissaca, Marco Alotto e Sara Alzeta.

O FITEI – Festival de Internacional de Teatro de Expressão Ibérica está na 35.ª edição e decorre até 3 de junho, não apenas no Porto mas também com extensões em Felgueiras, Faro, Viseu e Guarda e dois espectáculos em Coimbra e Santa Maria da Feira, em parceria com o Teatrão e o Imaginarius.

Contando com parcerias institucionais – Teatro Nacional São João, Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura, Manobras no Porto / Porto Lazer, Serralves em Festa, Funarte (Brasil) – a programação passa pela pluridisciplinaridade (teatro, novo circo, dança contemporânea) e por uma forte ligação à cidade e às comunidades.
O FITEI tem este ano uma produção própria – “Sinfonia Erasmus”, realizada com a comunidade de estudantes de Erasmus da cidade e dirigida por Claire Binyon. O resto da programação chega de vários países: Espanha, Brasil, França e Itália. O teatro português tem também o seu lugar marcado, . 

A abertura ‘oficial’ acontece a 28 de maio, no Mosteiro de São Bento da Vitória, com um espectáculo inspirado na “Tempestade”, de William Shakespeare, que nasceu em três meses de residência artística da companhia Footsbarn Travelling Theatre em Guimarães Capital Europeia da Cultura.

“O Doente Imaginário”, um regresso do Ensemble a Molière, e “Petra, La Mujer Araña y el Puton de la Abeja Maya”, espectáculo da coreógrafa espanhola Sol Picó, completam a programação no Teatro Nacional Sde S. João e no Teatro Carlos alberto

Na programação paralela, o público do FITEI poderá ver-se cinema, exposições e assistir a lançamentos de livros e debates.



 

 

 

Pin It on Pinterest

Share This