Aung San Suu Kyi tomou posse no Parlamento da Birmânia

A prémio Nobel Aung San Suu Kyi e outros membros da Liga Nacional para a Democracia (LND), eleitos a 1 de abril, tomaram hoje posse como deputados no Parlamento birmanês, ultrapassada a polémica sobre o juramento da Constituição.

 

Suu Kyi afirmou à comunicação social que a presença dos militares não a incomoda: “Tenho boa vontade em relação a eles”. Depois de 23 anos de perseguição pela Junta Militar então no poder, grande parte dos quais em prisão domiciliária, a deputada mostra-se otimista quanto à evolução política no seu país. “Sempre fui otimista mas com cautela. Só o tempo dirá a velocidade a que as mudanças se vão processar.”

Deputados de outros partidos manifestaram satisfação pela presença do partido de Suu Kyi no Parlamento. Khin Maung Yi, da Força Democrática Nacional, considera que o parlamento fica mais forte devido à sua boa relação com a comunidade internacional”. Kyaw Soe Lay, da USDP, sublinhou que agora “ha maior diversidade, pontos de vista e opiniões diferentes”.

Os deputados da LND recusaram-se a jurar “salvaguardar” a Constituição e só aceitaram fazer o juramento quando a palavra foi substituída por “respeitar”, uma vez que defendem a sua revisão.

 

Pin It on Pinterest

Share This