Colóquio Internacional Carlos de Oliveira na Casa Fernando Pessoa

A Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, recebe nos dias 27 e 28 de Maio o Colóquio Internacional Carlos de Oliveira

fjs

Apresentação do Colóquio Internacional Carlos de Oliveira (27 e 28 de Maio)

Entre duas datas, a memória

Arde no lar o fogo antigo
do amor irreparável
e de súbito surge-me o teu rosto
entre chamas e pranto, vulnerável:

Como se os sonhos outra vez morressem
no lume da lembrança
e fosse dos teus olhos sem esperança
que as minhas lágrimas corressem.

Carlos de Oliveira, Elegia em Chamas

Se fosse vivo, Carlos de Oliveira completaria 90 anos a 10 de Agosto de 2011. A 1 de Julho, assinalam-se os 30 anos da sua morte. A pretexto destas duas datas que balizam uma vida de dedicação à escrita e ao pensamento em torno dela, a Casa Fernando Pessoa organiza um Colóquio Internacional de dois dias, com o objectivo de recordar a obra ímpar do criador de Finisterra e de lhe acrescentar leituras, portas de entrada, o futuro que ela própria anuncia, no seu iluminado rigor.

Os grandes escritores não morrem – e Carlos de Oliveira foi um dos mais cintilantes nomes da literatura portuguesa do século XX. No seu trabalho, em poesia ou em prosa, encontramos uma articulação profundamente original entre a preocupação com as realidades sociais da condição humana e a reflexão sobre os processos de renovação da linguagem.

Agradecemos o apoio de Ângela de Oliveira, viúva do Escritor, e o empenhamento e a dedicação dos participantes neste Colóquio – alguns deles vindos de bem longe – , bem como a todos os que entenderem reunir-se a nós neste encontro. Agradecemos também à Cinemateca Portuguesa a disponibilidade imediata que manifestou para se tornar nossa parceira nesta evocação, disponibilizando uma projecção do belíssimo filme de Fernando Lopes sobre o livro Uma Abelha na Chuva.

Bem vindos, bom Colóquio!

Inês Pedrosa
Directora da Casa Fernando Pessoa / Comissária do Colóquio Internacional Carlos de Oliveira

*

Programa Colóquio Internacional – Carlos de Oliveira
Casa Fernando Pessoa – 27 e 28 de Maio de 2011

27 de Maio

1ª Sessão – Manhã

10.30 – Recepção aos Conferencistas

11.00 – Intervenção Inaugural da Senhora Vereadora da Cultura, Dr.ª Catarina Vaz Pinto

11.15 – Conferência inaugural: Carlos de Oliveira: do real ao real – um percurso na linguagem – por Gastão Cruz

12.15 – Intervalo para almoço

2ª Sessão – Tarde

14.30 – Entre aresta e gume: uma leitura da poesia de Carlos de Oliveira Maria Lúcia Dal Farra

“Leituras de um poema de Carlos de Oliveira”
Manuel Gusmão

O «amargo rio» da melancolia na poesia de Carlos de Oliveira
Fernando Pinto do Amaral

Moderação de Inês Pedrosa

15.30 – Debate

16.00 – Pausa para café

A Terceira Voz: Finisterra e o espelho acústico.
Pedro Serra

“Finisterra: a recepção de um OLNI (objecto literário não identificado)”
Linda Santos Costa

Heranças – de Lavoura Arcaica a Finisterra
Pedro Eiras

Moderação de Filipa Leal

17.00 – Debate

19.00 – Projecção do filme “Uma Abelha na Chuva”, de Fernando Lopes, na Cinemateca Portuguesa

28 de Maio

3ª Sessão –Tarde

14.30 –“ Colinas consagradas/ ao cristal: Carlos de Oliveira e Antonio Machado”
Fernando J. B. Martinho

Descida aos infernos: releitura de um poema
António Carlos Cortez

Uma Explosão em silêncio: traduzindo a austeridade de Carlos Oliveira
Alexis Levitin

Moderação de Filipa Leal

15.30 – Debate

16.00 – O Aprendiz de Feiticeiro: a máquina nos meus olhos
Ida Ferreira Alves

Paisagens imponderáveis (cor, luz, abstracção)
Rosa Maria Martelo

Paisagens simbólicas de Carlos de Oliveira
Nuno Júdice

Moderação de Inês Pedrosa

17.00 – Debate

17.30 – Pausa para café

18.00 – Exibição do filme “Sobre o Lado Esquerdo”, de Margarida Gil

19.00 – Leitura de poemas por Maria Barroso e Pedro Lamares

Para mais informações:
Mundo Pessoa

Pin It on Pinterest

Share This