Encontro Internacional sobre José Saramago em Roma

fjsUma iniciativa da Cátedra José Saramago do departamento de Literatura Comparada daquela universidade, com o apoio do Instituto Camões e o patrocínio institucional da Embaixada de Portugal em Roma, o encontro reunirá ao longo de dois dias especialistas em diversos aspectos da obra de Saramago.

Depois de uma sessão moderada por Giulia Lanciani em que Violante Saramago fará uma intervenção intitulada “Saramago, meu pai”, seguindo-se Vasco Graça Moura, cuja comunicação se chama “Ensaio Sobre um Ensaio”, é a vez de Giacomo Marramao abordar o tema “Contro il potere. La scrittura e l’impegno di José Saramago”.

Na mesma mesa, moderada por Michele Ainis, Ernesto Rodrigues falará sobre “José Saramago: a volúpia de ser literatura” e António Carlos Cortez sobre “Saramago, poeta ou o humanismo para o nosso tempo”.

Piero Ceccucci debruçar-se-á sobre o tema “La scrittura e lo sguardo: ‘os espelhos virados para dentro’ in Cecità”, Arturo Mazzarella apresentará “La cieca visione di José Saramago”, Orietta Abbati falará sobre “L’ironico ‘spettacolo’ di un mondo in asfissia. José Saramago in diálogo com Ricardo Reis” e Francisco Dias sobre “Riflessioni sulla Lisbona di ‘O Ano da Morte de Ricardo Reis'”, seguindo-se um debate moderado por Giorgio de Marchis.

Na quarta-feira, os trabalhos iniciam-se pelas 10h00, com uma mesa com cinco participantes: Elio Matassi, cuja intervenção se centra em “José Saramago e la musica”, Miguel Real, que abordará “As fases da evolução literária de José Saramago”, Enrico Martines, que refletirá sobre “Riverberi di archetipi femminili nell’orizzonte saramaghiano: ipotesi di studio”, Valentina Idini, “Le risonanze dell’anima: l’avventura musicale di Blimunda”, e Giulia Lanciani, que falará sobre “Il miracolo della parola”. Seguir-se-á um debate moderado por Giuseppe Tavani.

À tarde, a partir das 15h00, será exibido o filme “Embargo” baseado no conto homónimo do Prémio Nobel da Literatura português, com apresentação de Gian Luigi De Rosa.

Foto: Nuno Ferreira Santos
Fonte: publico.pt

Pin It on Pinterest

Share This