Instituto Camões promove cadeia de leitura em homenagem a Saramago

fjsUma cadeia de leitura de excertos das obras de José Saramago vai ter lugar a 16 de Novembro – dia do aniversário do nascimento do escritor em 1922 – em 19 pontos da rede de leitorados, centros de língua e centros culturais do Instituto Camões (IC) no mundo.

A cadeia de leitura, que assume diversas formas, incluindo a difusão pela rádio num país, insere-se num conjunto de iniciativas da rede do IC de homenagem no dia do seu aniversário ao único Prémio Nobel da Literatura (1998) de língua portuguesa, falecido a 18 de Junho passado, aos 87 anos.

A exibição de filmes de ficção e documentários, a realização de conferências, exposições bibliográficas e leituras dramatizadas foram algumas das formas escolhidas para a homenagem que terá lugar com intervenção dos leitores e docentes da rede do IC em cerca de 36 locais de uma vintena de países, espalhados por África, América do Norte, América do Sul, Ásia e Europa, e que não se cingirá apenas ao dia 16, tendo lugar nalguns países antes e depois dessa data.

Entre as iniciativas previstas, destaque para exibição em vários locais do documentário de Rui Simões sobre a adaptação teatral pela companhia O Bando do romance Ensaio sobre a Cegueira, de Saramago, assim como da sua passagem para o cinema de ficção pelo realizador brasileiro Fernando Meirelles.

Em Lille (França), na Universidade Charles de Gaulle, a homenagem compreenderá o visionamento do vídeo Saramago, de José Mário Grilo e em Timor-Leste, a projecção da apresentação do documentário José e Pilar, de Miguel Gonçalves Mendes, será antecedida da exibição da curta-metragem A Flor Mais Grande do Mundo, de Juan Pablo Etcheverry, e seguida da audição da música Ver por Dentro, por Danílio Barros, numa adaptação das palavras de José Saramago.

Em Varsóvia, a jornalista Magda Mikołajczuk lerá excertos da obra de Saramago e conversará com dois dos seus tradutores polacos, Elżbieta Milewska e Zofia Stanisławska, num programa no Canal 1 da rádio polaca.

Entre personalidades que participam na homenagem, referência ao escritor José Luís Peixoto, que juntamente com poetas da municipalidade chilena de El Bosque, esteve presente a 10 de Novembro numa tertúlia literária com poemas de José Saramago, em português e em espanhol, no âmbito de umas jornadas da cultura portuguesa.

A 5 de Novembro, o professor universitário Carlos Reis interveio sobre Saramago no Salão Internacional do Livro em Argel (SILA), tal como vai fazer a 16 de Novembro, em Brasília, o professor universitário João Vianney, da UnB, especialista na obra do Nobel da Literatura português.

Por seu lado, Jacarta acolherá uma tertúlia com intelectuais e escritores indonésios para a leitura de excertos da obra de José Saramago.

Fonte: Instituto Camões

Pin It on Pinterest

Share This