“Jorge de Sena e Camões. Trinta anos de amor e melancolia” – Vítor Aguiar e Silva

fjs

“Este livro evoca o percurso de Jorge de Sena como camonista e analisa as grandes linhas teóricas e metodológicas da sua obra, pondo em relevo a sua modernidade, a sua congruência interna e o seu rigor, sem deixar de discutir algumas das suas problemáticas e controversas orientações e aplicações. Tomando como ponto de partida as próprias investigações de Sena, o livro é também um reexame de alguns problemas fundamentais da poesia camoniana, quer no plano filológico e hermenêutico, quer no plano dos valores religiosos e morais e da sua expressão poética.”

__

“Literal e metaforicamente, vai cumprir-se, há-de cumprir-se, o regresso de Jorge de Sena anunciado por José Saramago. O Indesejado, que consumou o seu amor a Portugal, à língua e à literatura portuguesas, no seu sublime amor a Camões, vai “entrar em Portugal sem ter que chamar”. E com ele e graças a ele, haverá também um regresso simbólico de Camões, o génio maior desta Pátria tantas vezes terrivelmente ingrata para com os seus melhores filhos. As chaves que recebi de Saramago abriram as portas que eu sabia abrir – conhecer melhor Sena e Camões. Conhecer com amor…”

Braga, 6 de Junho de 2009

Continuar a ler o prólogo

__

Angelus Novus Editora

Pin It on Pinterest

Share This