José Saramago satisfeito com Biografia editada

fjs

Foi com agrado que José Saramago reagiu à biografia agora editada. O trabalho de João Marques Lopes caracterizou-se, nas palavras de Saramago, “por ser um trabalho honesto, sério, sem especulações gratuitas” e por trazer, finalmente, a público, a verdade sobre alguns acontecimentos ocorridos há trinta e cinco anos, aquando da sua passagem pelo Diário de Notícias

À edição, de autoria de João Marques Lopes, e publicada em co-edição pela Guerra e Paz e pelas Edições Pluma, José Saramago reagiu com as seguintes palavras:

“Trata-se de um trabalho honesto, sério, sem especulações gratuitas. Ao cabo de trinta e cinco anos, pela primeira vez, o caso dos despedimentos de jornalistas do Diário de Notícias, de que fui director-adjunto, é correctamente descrito no livro de João Marques Lopes.

Aspectos desconhecidos, não os encontrei. Por exemplo, da morte de meu irmão Francisco falei nos Cadernos de Lanzarote. E não é certo que uma produtora norte-americana me tenha feito uma oferta milionária pela adaptação do Memorial do Convento. Recebi realmente uma proposta da TV Globo brasileira para negociar a cessão de direitos para uma série. A minha resposta foi que não queria ver a cara das minhas personagens…

Fiquei muito satisfeito com a leitura. Vou escrever ao autor, a quem não conheço ainda, agradecendo-lhe e felicitando-o.”

José Saramago

Pin It on Pinterest

Share This