O Caderno de Saramago comemora três anos

fjs

Disseram-me que reservaram para mim um espaço no blogue e que devo escrever para ele, o que for, comentários, reflexões, simples opiniões sobre isto e aquilo, enfim, o que vier a talhe de foice. Muito mais disciplinado do que frequentemente pareço, respondi-lhes que sim, senhor, que o faria desde que não me fosse exigida para este Caderno a assiduidade que a mim mesmo havia imposto nos outros. Portanto, pelo que isso possa valer, contem comigo.

José Saramago

A 17 de Setembro de 2008, José Saramago iniciava a escrita do seu blogue com um texto sobre Lisboa, intitulado “Palavras para uma Cidade”.

Um ano depois, o Escritor despedia-se deste seu espaço na “página infinita da Internet” para poder dedicar-se à escrita de um novo livro, deixando em aberto regressos esporádicos ao sabor da actualidade, sobre a qual, e com tanta acutilância, escrevia. O Caderno continuou a ser actualizado com textos retirados da obra de Saramago e posteriormente do livro José Saramago nas Suas Palavras, organizado por Fernando Gómez Aguilera, um “dicionário literário, pessoal e ideológico elaborado a partir de palavras do autor publicadas na imprensa escrita”.

A 2 de Junho de 2010, duas semanas antes da sua morte, Saramago voltava pela última vez ao Caderno para agradecer a Henning Mankell a sua participação na frota da liberdade atacada por Israel a caminho da Faixa de Gaza.

Os textos d’O Caderno de Saramago foram editados em livro, tendo sido publicados até agora em Portugal e Brasil, Espanha (espanhol e catalão), América Latina, Alemanha, Estados Unidos da América, Grécia, Holanda, Itália, Reino Unido, Roménia e Turquia.

Ao longo destes três anos, O Caderno de Saramago contabiliza já mais de 5 milhões de visitas.

Obrigado, Saramago!

Fundação José Saramago

http://caderno.josesaramago.org
http://cuaderno.josesaramago.org
http://www.josesaramago.org

Pin It on Pinterest

Share This