Obras de Borges em mesas de quinze bares de Buenos Aires

fjsFaço parte de uma geração que tomava os bares para estudar e ler durante horas”, afirmou a viúva de Jorge Luis Borges, María Kodama, ao apresentar o programa “Yo leo en el bar”. Desde segunda-feira, quinze bares de Buenos Aires disponibilizam aos visitantes uma biblioteca com a obra completa do grande escritor argentino.

“Trata-se de difundir o hábito da leitura também em ambientes informais. […] apostamos numa melhor cidadania, que se cria com cultura. […] Buenos Aires tem uma grande efervescência cultural e, particularmente, literária, que se reflecte na existência de uma livraria para cada 8 mil habitantes.”, disse o Ministro da Cultura Hernán Lombardi.

Os títulos incluídos nas bibliotecas dos bares são cedidos pela Planeta: Atlas, Borges de Buenos Aires, Crónicas de Bustos Domecq, El Aleph, El Compadrito, El libro de arena, El Libro de los seres imaginarios, Fervor de Buenos Aires, Literaturas germánicas medievales, Los mejores cuentos policiales, Luna de enfrente, Obras Completas, Prólogos, Seis problemas para Don Isidro Parodi, Textos recobrados (1919-1929) y Textos Recobrados II (1931-1955).

Este programa integra as actividades vinculadas à designação de Buenos Aires como capital internacional do livro 2011, iniciativa da UNESCO, agência cultural das Nações Unidas.

A apresentação da iniciativa contou com a presença de María Kodama.

Pin It on Pinterest

Share This