Pedro Tamen vence Grande Prémio de Poesia da APE

fjsO escritor Pedro Tamen venceu o Grande Prémio de Poesia 2010 da Associação Portuguesa de Escritores (APE) /CTT com a obra de poesia “O Livro do Sapateiro”, editado no ano passado pela D. Quixote.

O galardão, no valor de cinco mil euros, foi instituído em 1989, tendo já distinguido, entre outros, Eugénio de Andrade, António Ramos Rosa, Natália Correia, Fernando Echevarria, Fernando Guimarães, Manuel Gusmão, Gastão Cruz, Manuel António Pina, José Agostinho Baptista, Ana Luísa Amaral e Fiama Hasse Pais Brandão.

“Não estava nada à espera disto”, disse ao PÚBLICO Pedro Tamen, explicando que até se tinha esquecido da existência do prémio. “Foi uma coisa em que nunca pensei.”

Segundo o comunicado da APE, o júri do prémio, constituído por Ana Marques Gastão, Fernando J. B. Martinho e Francisco Duarte Mangas, decidiu, por maioria, premiar Pedro Tamen.

“Eu vejo sempre o valor do prémio através do valor que atribuo ao júri e o júri deste prémio é constituído por pessoas por quem tenho muita consideração e isso ainda enaltece mais esta vitória”, acrescenta o escritor.

Esta é a segunda vez que Pedro Tamen é distinguido com “O Livro do Sapateiro”, depois de em Fevereiro ter vencido o prémio Correntes d’Escritas, no valor de 20 mil euros. O que distingue esta obra? “É uma renovação temática na minha poesia. Os livros anteriores são muito negros e este é o oposto, é uma história aberta para o mundo, para a poesia”, conclui.

Pedro Tamen nasceu em Lisboa, em 1934 e, entre outras coisas, foi presidente do P.E.N. Clube Português, de 1987 a 1990 e presidente da Assembleia-Geral da Associação Portuguesa de Escritores. Ao longo dos anos, o escritor já foi distinguido com o Prémio D. Dinis (1981), o Prémio da Crítica (1991), o Grande Prémio Inapa de Poesia (1991), o Prémio Nicola (1997), o Prémio da Imprensa e o Prémio do PEN Clube (2000).

Fotografia: Nuno Oliveira / Público

Fonte: publico.pt

Pin It on Pinterest

Share This