Prémio Nobel da Paz 2011 atribuído a lutadoras pela igualdade

Ellen Johnson Sirleaf, Leymah Gbowee e Tawakkul Karman são as vencedoras do Prémio Nobel da Paz 2011 pelo seu trabalho na defesa dos direitos das mulheres. Felicidades!

fjs

O Comité Nobel Norueguês decidiu que o Prémio Nobel da Paz 2011 é dividido igualmente entre Ellen Johnson Sirleaf, Leymah Gbowee e Tawakkul Karman pela sua luta não-violenta pela segurança das mulheres e pelo seu direito à total participação no trabalho de construção da paz. Não podemos chegar à democracia e à paz duradoura no mundo a não ser que as mulheres obtenham as mesmas oportunidades que os homens para influenciar desenvolvimentos em todos os níveis da sociedade.

Em Outubro de 2000, o Conselho de Segurança das Nações unidas adoptou a Resolução 1325. A resolução, pela primeira vez, fez da violência contra as mulheres em conflitos armados um assunto de segurança internacional. E sublinhou a necessidade de as mulheres se tornarem participantes em pé de igualdade com os homens no processo de paz e no trabalho pela paz em geral.

Ellen Johnson Sirleaf é a primeira mulher eleita democraticamente na África. Desde a tomada de posse em 2006, contribuiu para assegurar a paz na Libéria, para promover o desenvolvimento social e económico e para fortalecer a posição das mulheres. Leymah Gbowee mobilizou e organizou mulheres das diferentes linhas étnicas e religiosas para pôr um fim à longa guerra na Libéria e para assegurar a participação das mulheres nas eleições. Tem trabalhado desde então para desenvolver a influência das mulheres na África Ocidental durante e após a guerra. Nas mais desafiadoras circunstâncias, tanto antes como durante a “Primavera Árabe”, Tawakkul Karman desempenhou um papel principal na luta pelos direitos das mulheres e pela democracia e paz no Yemen.

O Comité Nobel Norueguês espera que o Prémio para Ellen Johnson Sirleaf, Leymah Gbowee e Tawakkul Karman ajude a pôr fim à repressão sobre as mulheres que ainda se verifica em muitos países, e que contribua para que se perceba a grande importância que as mulheres podem ter para a democracia e para a paz.

El Nobel de la Paz premia el papel de la mujer en el cambio político y social
(El País)

Nobel da Paz para E. J. Sirleaf, L. Gbowee e T. Karman
(Público)

 

Pin It on Pinterest

Share This