11/05: «Malala, a miúda que ganhou», pelo Teatro A Barraca

11/05: «Malala, a miúda que ganhou», pelo Teatro A Barraca

No sábado, dia 11, pelas 11 horas, o auditório da Fundação José Saramago recebe a apresentação da obra «Malala, a miúda que ganhou», pelo Teatro A Barraca.

A entrada é livre, sujeita a lotação da sala.

Mais sobre

“Os principais objectivos da UNESCO são a educação, o desenvolvimento, o urbanismo, a juventude, a população, os direitos humanos, a igualdade da mulher, a democracia e a Paz.
As políticas sociais da UNESCO estão centradas nos jovens, em atenuar as desigualdades económicas e sociais, e a crescente disparidade entre os países em desenvolvimento e os países desenvolvidos.“
Ao ler este excerto num site de apresentação da UNESCO, veio-me à memória a distinção que obtive desta instituição, no âmbito dos trabalhos teatrais apresentados na Expo de
Sevilha com “O Pranto de Maria Parda” de Gil Vicente, que representei daí em diante centenas de vezes e por todo o mundo.
Sempre respeitei a UNESCO, pelo que as suas acções e publicações me ajudaram a aprender que o Mundo é grande e pequeno e é só um.
Ao receber das mãos de um júri internacional desta instituição uma declaração que me reconhecia entre os artistas do mundo, eu só pensei: Que fazer agora?
E a seguir, que posso eu dar ao mundo que fomente a Paz, o dialogo entre os povos, a igualdade da mulher, que defenda as identidades culturais e dê prioridade à educação, à juventude, aos direitos humanos, à democracia?

Maria Céu Guerra

Narração e interpretação: Maria do Céu Guerra
Pintura: Rouslam Botiev
Sitar: José Pato
Marionetas: Delphim Miranda
Técnico de Vídeo: Paulo Vargues
Assistente de Encenação e Video: David Medeiros
Produção: Catarina Aidos
Design Gráfico: Inês Costa
M/12

Entrada livre, sujeita à lotação da sala

Pin It on Pinterest

Share This