20/12: “Desculpa, me afoguei”, um filme de Médicos Sem Fronteiras

20/12: “Desculpa, me afoguei”, um filme de Médicos Sem Fronteiras

No dia 20 de dezembro, pelas 18h30, será exibido no auditório da Fundação José Saramago a curta-metragem “Desculpe, me afoguei”, um trabalho realizado pela organização Médicos Sem Fronteiras com o objetivo de conscientizar sobre a situação dos refugiados. Após a exibição do filme, que foi realizado pela MSF em conjunto com o estúdio libanês Kawakeb, dar-se-á uma conversa com Susana de Deus, diretora-geral de MSF Brasil, e João Antunes, coordenador de emergências de MSF.

 

Sobre o fime
O filme é inspirado em uma carta que circulou nas redes sociais em 2015, e que teria sido encontrada junto ao corpo de um refugiado sírio que se afogou no Mediterrâneo. Embora não se conheça a verdadeira origem do texto, ele exprime à perfeição o sentimento dos que fogem de suas casas em busca de segurança e encontram portas fechadas. “Não se preocupe, Departamento de Refugiados, não vou ser um peso para você. Obrigada, mar, por ter me recebido sem visto e sem passaporte”, diz.

Narrado em árabe com legendas em português, “Desculpe, me afoguei” fala diretamente do caso dos sírios que tentaram chegar à Europa, fugindo da guerra que desde 2011 exilou quase 5 milhões de pessoas. A rejeição experimentada por eles, porém, se repete em outras regiões, no mar e em terra. Muitos países deixaram de lado sua obrigação de oferecer proteção e assistência a quem foge de conflitos, perseguição e violência. Em vez disso, construíram muros e barreiras.
“Desculpe, me afoguei” estreou em Beirute no final de maio.

Assista ao trailer do filme

Pin It on Pinterest

Share This