23/04: Um sábado para recordar Miguel de Cervantes

23/04: Um sábado para recordar Miguel de Cervantes

Miguel de Cervantes Saavedra morreu no dia 23 de abril de 1616, em Madrid. Passados 400 anos sobre essa data, o Instituto Cervantes em Lisboa e a Fundação José Saramago juntam-se para homenagear a genialidade do autor de Dom Quixote. No sábado, dia 23, o auditório da FJS acolherá uma extensa programação para recordar Miguel de Cervantes.

11h: Apresentação do programa, com leituras presenciais de fragmentos do romance Dom Quixote e exibição de vídeos de leituras realizadas por personalidades da cultura em língua portuguesa e espanhola (algumas dessas leituras estarão disponíveis no canal da FJS no Youtube).

12h: Anúncio dos vencedores do “Concurso de epitáfios para Cervantes” promovido pela Embaixada de Espanha em Portugal, El Corte Inglés e Junta de Extremadura.

16h: Apresentação da nova edição do romance Novelas Ejemplares, de Miguel de Cervantes, na tradução de Aquilino Ribeiro (edição da Bertrand Editora).  Participam da sessão: José Riço Direitinho, Aquilino Machado e Eduardo Boavida.

17h: Recital “La Bigüela de Cervantes”, por Alfred Fernández.

No sábado, pelas 17h, a integrar o programa do ciclo “Sem Casa não haveria ruas”, haverá uma sessão de leituras na Casa Fernando Pessoa. Bartholomew Ryan, Marta Bernardes e Nuno Morão homenagearão Cervantes e Shakespeare. Mais informações aqui.

Durante todo o dia a entrada na Fundação José Saramago será gratuita.

 

convite_cervantes_400_anos

 

Javier Rioyo, diretor do Instituto Cervantes de Lisboa, lê um excerto da obra de Cervantes:

Pilar del Río lê o começo de “Dom Quixote de La Mancha”:

José Riço Direitinho lê um fragmento de “Novelas Exemplares”:

Elias Galanis lê o prólogo do “Dom Quixote”:

Julia Farrel lê um excerto de “Novelas Exemplares”:

Isabel Jerónimo lê um excerto de “Os trabalhos de Persiles e Sigismunda”:

David Toscana lê uma passagem de “Dom Quixote”:

Pin It on Pinterest

Share This