90 anos, 90 Palavras (82)

Itinerário

“Sempre chegamos ao sítio aonde nos esperam”, O livro dos itinerários.

Gosto desta frase. Saramago refere-se à morte. A mim vem-me à cabeça a esperança.

A dedicatória “A Pilar, que não deixou que eu morresse” dá início ao livro que Saramago conclui depois de uma recuperação quase impossível que recordo com gratidão como um milagre. Uma fuga à morte que lhe permite prosseguir o seu caminho sereno e chegar a casa, onde o espera a sua obra.

A viagem do elefante Salomão de Lisboa até Viena. A viagem de Saramago da Azinhaga até Tías em Lanzarote. A viagem de todas as pessoas. Itinerários com paragens arriscadas por onde é preciso passar. Itinerários com crítica, compaixão e humor.

 

Maria Gracia Lanzas Pro

Médica internista

Lanzarote, España

Pin It on Pinterest

Share This