“A jangada de pedra” do grupo de teatro O Bando arrancou na Casa dos Bicos

Os atores do grupo de teatro O Bando leram esta tarde na Casa dos Bicos, pela primeira vez, trechos da adaptação teatral de “A Jangada de Pedra” por João Brites, que tinham acabado de receber das mãos do encenador e diretor artístico. Uma experiência inesquecível para os visitantes da Fundação José Saramago que puderam assistir a este primeiro ensaio no Dia Mundial do Livro.

A peça será estreada em Santa Maria da Feira, dentro de um mês, num espetáculo de rua que mostrará a abordagem que O Bando faz do texto de Saramago. Em outubro, chegará ao palco do Teatro Municipal de S. Luiz a peça preparada por este grupo que já tem 40 anos de vida.

Quem assistiu a este primeiro ensaio pôde ver como os atores entram no texto pela mãos dos diretores João Brites e Teresa Lima, num trabalho criativo e técnico emocionante. Mas não foram apenas dos atores que estiveram em evidência: ouviu-se pela primeira vez a maquette da banda sonora criada pelo compositor Jorge Salgueiro (que já fora responsável pela música da adaptação de “Ensaio sobre a cegueira” pelo mesmo grupo e também a explicação dos figurinos por Clara Bento.

João Brites explicou as linhas principais desta encenação, sublinhando que ao adaptar uma obra literária encara-a como se esta fosse “uma escultura”, passível portanto de diferentes visões. Depois desta primeira experiência hoje vivida na Casa dos Bicos, o grupo prometeu voltar em setembro, com o trabalho sobre “A Jangada de pedra” mais avançado. 

De 25 a 28 de abril, O Bando apresenta na sua sede, em Vale de Barris, Palmela, o espetáculo “Olhos de Gigante”, a partir de textos de Almada Negreiros, que esteve em cena três semanas no Teatro Nacional D. Maria II.

 

o bando

Pin It on Pinterest

Share This