Alunos brasileiros criam jornal a partir de “As Intermitências da Morte”

Alunos brasileiros criam jornal a partir de “As Intermitências da Morte”

Um grupo de alunos do colégio Pró-Uni, em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, criou um jornal a partir da leitura de «As Intermitências da Morte», de José Saramago. A atividade foi desenvolvida pelo professor Wendel Vasconcelos, da disciplina de redação e argumentação, e envolveu 12 alunos da Turma 101, do primeiro ano do ensino médio.

“O trabalho consiste em relatar o universo fictício da obra com verosimilhança, fazendo parecer com um verdadeiro jornal impresso. Todos os elementos apresentados no trabalho são baseados no livro e são de cunho exclusivamente escolar, sem intenções ou compromissos com a verdade”, explica Maria Clara Menezes, editora-geral do jornal criado pelos alunos.

O periódico editado pelos adolescentes brasileiros tem o nome de “Folha Lusa”, está dividido em secções como Opinião, Entrevistas, Segurança, Social, Entretenimento e Cartas, e pode ser descarregado aqui.

Pin It on Pinterest

Share This