Dia(s) do Desassossego, de 15 a 17 de novembro

Dia(s) do Desassossego, de 15 a 17 de novembro

Novembro levou-nos Pessoa e trouxe-nos Saramago.

Para os celebrarmos, pegámos na palavra Desassossego, impressa na capa do Livro de Bernardo Soares, semi-heterónimo de Pessoa, e na frase repetida por José Saramago, “Vivo desassossegado, escrevo para desassossegar”, para propor que os dois grandes escritores tomem as ruas e que as suas palavras ecoem, desassossegadoras, pelas ruas da cidade.
De 15 a 17 de novembro Lisboa será palco de uma série de actividades que marcam a terceira edição do Dia do Desassossego, uma iniciativa da Fundação José Saramago que conta este ano, pela primeira vez, com a parceria da Casa Fernando Pessoa.
Leituras de textos, concertos, visitas às casas que mantêm vivos os espíritos dos escritores, juntam-se à apresentação de uma revista académica e a um percurso pedestre pela cidade de O Ano da Morte de Ricardo Reis, que é também a da vida de Pessoa.

Façamos desse(s) dia(s) um momento em que as pessoas saiam à rua com livros nas mãos e se leia com a força criadora com que Pessoa e Saramago escreveram.

De 15 a 17 de novembro, deixe-se desassossegar por um livro!

Programa completo disponível abaixo e em casafernandopessoa.pt

Organização: Fundação José Saramago; Casa Fernando Pessoa; Teatro Nacional de São Carlos; Teatro Municipal São Luiz;

Apoios: BPI; Metro e Carris de Lisboa; Plano Nacional de Leitura; Centro Cultural de Belém; Camões, IPHotel Borges; Miss Lisbon; Éter Associação Cultural;

Pin It on Pinterest

Share This