Em greve

A Fundação José Saramago junta-se à greve geral de hoje, dia 14, contra as políticas de cortes e austeridade que atingem a maioria da população portuguesa e de outros países em nosso redor, como espanha, Itália, Grécia. Porque acreditamos que há alternativas para sair da crise que os cidadãos não provocaram, porque pronunciarmo-nos é um dever e um direito, a Fundação junta-se aos que hoje dizem que este não é o caminho já que apenas conduz ao esgotamento de recursos e ao desespero de milhões de seres humanos, nossos contemporâneos

Pin It on Pinterest

Share This