Exposição fotográfica sobre Saramago pode ser vista em Lanzarote até o dia 14 de maio

(O fotógrafo João Francisco Vilhena na inauguração da exposição)

A Sala de Exposições Charco de San Ginés, em Arrecife, um dos lugares mais visitados de Lanzarote, recebe até o dia 14 de maio a exposição “Lanzarote, a janela de Saramago” do fotografo português João Francisco Vilhena.

Ontem, por volta das 21h, o prefeito de Arrecife, Manuel Fajardo, declarou aberta a exposição. Antes, ele agradeceu ao fotógrafo João Francisco Vilhena por seu projeto e disse que Saramago, assim como o César Manrique, foram figuras que contribuíram muito para o enriquecimento da ilha.

Vilhena, que antecedeu a Fajardo nos discursos, declarou-se um apaixonado mais por Lanzarote. “Sempre tive uma tração pelas ilhas, e já imaginei um mundo feito só de ilhas, cuja capital seria Lanzarote”, disse o fotógrafo, e acrescentou: “É maravilhoso pensar que uma pessoa seja capaz de juntar-nos para um projeto desse. Só uma figura da grandeza de Saramago possibilita isso”.

María del Río, subdiretora da Casa Museu José Saramago, agradeceu aos envolvidos pelo esforço de trazer a exposição à ilha do escritor e explicou que Pilar del Río, a presidenta da Fundação José Saramago, estará presente no encerramento da exposição. Foi lido um texto de Pilar em que ela diz que as fotos de João Francisco Vilhena são capazes de retratar, ao mesmo tempo, o “empenho de uma vida e o tamanho da ausência”.

Aberta a exposição, serviu-se um vinho local aos presentes e o fotógrafo percorreu com as autoridades, entre elas o presidente do Cabildo, Pedro San Ginés, a sala. A exposição composta por 29 imagens, uma projeção de vídeo e frases de Saramago pode ser vista em Arrecife até o dia 14 de maio. A seguir, será levada a Matosinhos e Lisboa (em maio), e a Barcelona, no mês de junho.

No dia 10 do próximo mês João Francisco Vilhena apresenta no Lev (Literatura em Viagem), em Matosinhos, seu livro Lanzarote, a janela de Saramago.

 

Mais sobre a exposição:
Galeria de fotos

Exposición muestra cómo Lanzarote transformó a Saramago
(El Confidencial/EFE)

Un fotógrafo portugués expone en Arrecife
(La Voz de Lanzarote)

Saramago regresa a la tierra quemada
(La Província)

Una exposición fotográfica muestra como Lanzarote transformó Saramago
(El Día.es)

Lanzarote, la ventana de Saramago
(Onda Yaiza)

Exposição mostra fotos de José Saramago como Nobel
(Diário de Notícias)
 (Porto Canal)

Pin It on Pinterest

Share This