Festcineamazônia na Fundação José Saramago

Festcineamazônia na Fundação José Saramago

Em agosto do ano passado, o escritor português José Luis Peixoto percorreu 1.500 km do Rio Guaporé e esteve em povoações do Brasil e da Bolívia. Nestas comunidades organizou leituras e entregou exemplares, em português e espanhol, de A Estátua e a Pedra, de José Saramago. Essa experiência, integrada no festival Festcineamazónia, foi acompanhada pelo realizador Ricardo de Almeida, que em breve apresentará o documentário Foi um rio que me trouxe.

Para falar desses projetos, Peixoto e Ricardo de Almeida estarão amanhã, dia 20 de junho, às 18h30, na Fundação José Saramago. Na sessão estarão presentes Jurandir Costa e Fernanda Kopanakis, produtores do documentário e organizadores do Festcineamazônia. A entrada é gratuita, sujeita à lotação da sala.

Pin It on Pinterest

Share This