Flores e música no segundo aniversário da morte de José Saramago

É com uma pequena cerimónia simbólica que a Fundação José Saramago evoca o segundo aniversário da morte do escritor. Na segunda-feira, 18 de junho, às 12h00 (hora aproximada da morte), Pilar del Río e amigos do escritor depõem flores junto à oliveira em cujas raízes estão depositadas as cinzas de José Saramago, diante da Casa dos Bicos.

Um gaiteiro da escola da Xuventude de Galicia interpretará “Negra Sombra”, a mesma música que tão fortemente emocionou José Saramago quando foi tocada por Carlos Nuñez no funeral de Gonzalo Torrente Ballester, em 1999.

Pin It on Pinterest

Share This