Inauguração da exposição <i>Aparições</i>, de Silvana Solivella

Inauguração da exposição Aparições, de Silvana Solivella

Inaugura-se na próxima sexta-feira, dia 27 de Junho, às 20h, no auditório da Fundação José Saramago (Casa dos Bicos – 4.º andar), a exposição Aparições, da artista Silvana Solivella. O seu trabalho tem como temas centrais o tempo e a memória, e a aparição/desaparição de imagens é uma das marcas características da artista.

“O trabalho que poderá ser visto na Fundação José Saramago versa sobre a temática da escrita e da memória, frequentemente relacionadas com a palavra como vínculo de transmissão e de identidade”, explica Solivella.

As obras a serem expostas em Portugal são peças de painéis luminosos, espelhos gravados e lençóis bordados. Algumas delas, criadas especialmente para serem apresentadas em Lisboa, incluem frases de José Saramago.

A exposição Aparições, comissariada por Carmensa de la Hoz, estará patente na Casa dos Bicos até 31 de julho.

Silvana Solivella nasceu em Genebra e radicou-se em Espanha. Formou-se na Faculdade de Belas Artes de San Carlos, em Valência. A sua obra tem uma forte temática metafísica e tem como temas centrais a luz, a continuidade e o efémero, bem como a memória e a identidade. Acumula, desde a década de 90, dezenas de exposições, individuais e coletivas, na Europa. Reside atualmente em Lausanne (Suíça).

Pin It on Pinterest

Share This