“As Intermitências da Morte” de José Saramago em Dissertação de Mestrado de Leandro Lopes

“As Intermitências da Morte” de José Saramago em Dissertação de Mestrado de Leandro Lopes

O investigador Leandro Silva Lopes, da Universidade Federal de Minas Gerais, concluiu a sua dissertação de Mestrado “As Intermitências da Morte, de José Saramago: um ensaio alegórico da finitude”, com a orientação da Profa. Dra. Sabrina Sedlmayer.

unnamed3

Partilhamos o resumo desta sua tese, que leva como epígrafe uma frase de Clarice Lispector: E se morrer tiver o gosto de comida quando se está com muita fome?
“Este trabalho empreende um recorte na revisão crítica da obra de José Saramago, elegendo a presença do barroco, do alegórico e da temática da finitude como recursos particularmente empregados no romance As Intermitências da Morte, de 2005. A partir desse recorte, busca-se investigar de que modo o escritor subverte a ideia da finitude como instrumento de dominação e oferece, via ficção, uma leitura singular de uma aguda consciência da morte. Para tanto, perseguem-se duas indagações: de que forma a more parada e suas intermitências são alegorias sobre a morte humana? O livro As Intermitências da Morte poderia ser considerado um ensaio sobre a finitude? Tendo em vista que a construção alegórica se configura como peça fundamental do livro analisado, além da crítica literária, pensadores oriundos da filosofia fizeram parte da rede de referências teóricas desta dissertação, que busca, comparativamente, promover relações possíveis entre a narrativa saramaguiana e outros campos do saber.”

Para mais informações sobre mais teses sobre a obra de José Saramago, consulte aqui.

Pin It on Pinterest

Share This