Largo José Saramago

Largo José Saramago

Em reunião pública da Câmara Municipal de Lisboa, realizada no dia 28 de novembro, foi aprovada a proposta de atribuição do nome de José Saramago ao largo fronteiro à Casa dos Bicos.
Na mesma reunião foi aprovado um voto de congratulação pelos 20 anos da atribuição do Prémio Nobel a José Saramago.

A decisão da Câmara de dar o nome de José Saramago a um espaço de Lisboa, cidade sobre a qual José Saramago tanto escreveu e sempre teve no seu coração, honra-nos a todos. A gratidão é um direito e um dever que, quando exercido, nos eleva acima das nossas humanas estaturas. Hoje foi dado um passo que permanecerá no tempo. O Largo José Saramago será um espaço de acolhimento onde nos poderemos encontrar, ler poemas, ver o rio e contemplar a cidade com o seu olhar: “uma Lisboa mestiça, não apenas de sangues, mas sobretudo de culturas”.

Em “Palavras para uma Cidade”, José Saramago expressa o seu desejo quando diz: “Basta que Lisboa seja simplesmente o que deve ser: culta, moderna, limpa, organizada – sem perder nada da sua alma.” A alma de Lisboa é hoje mais brilhante.

A Fundação José Saramago entende as razões dos grupos políticos representados na Câmara Municipal de Lisboa e agradece, a todos, pelas considerações realizadas durante o debate. O voto de congratulação pelos 20 anos da atribuição do Prémio Nobel a José Saramago, aprovado por unanimidade, é mais um estímulo para que sigamos o nosso trabalho.

Obrigado.

Pilar del Río

Pin It on Pinterest

Share This