Nova edição de “A Bagagem do Viajante” na Porto Editora

Nova edição de “A Bagagem do Viajante” na Porto Editora

A Bagagem do Viajante, o livro de crónicas, publicadas entre 1969 e 1972, está agora disponível com a chancela da Porto Editora.
«Uma escrita fluida para falar de “foguetes e lágrimas” ou de “o melhor amigo do homem”. E de “quando morri virado ao mar”. Para nos contar o seu gosto pelos museus e as pedras velhas. Para nos dizer que “não há nada mais vivo do que a aguarela de Albrecht Dürer”. Para responder que: “Se alguém me perguntar o que é o tempo, declaro logo a minha ignorância: não sei.” São mais de 60 crónicas, pequenas histórias sobre temas variados e, na aparência, inocentes, já que a censura vigente não permitia grandes atrevimentos. Ainda que por entre as subtilezas de linguagem se possam encontrar alguma farpas.» Afinal, como dizia o próprio José Saramago: «Um dia tinha de chegar em que contaria estas coisas.»

À semelhança das edições publicadas pela Porto Editora, a capa deste título foi caligrafada por personalidades da cultura lusófona, neste caso o jornalista Adelino Gomes.
O design das edições ficou a cargo do atelier Silvadesigners.
Este é o 32º título publicado nesta coleção.

Veja aqui mais sobre A Bagagem do Viajante.

Pin It on Pinterest

Share This