Palavras do designer Manuel Estrada, autor do logo do centenário

Palavras do designer Manuel Estrada, autor do logo do centenário

Autor também do logo permanente da FJS, o designer espanhol Manuel Estrada aceitou o desafio de criar uma imagem para a celebração do primeiro centenário de José Saramago.

Estrada explica que começou a desenhar o logo do Centenário de José Saramago a partir dos dois zeros contidos no número cem. “É um numero que está cheio de significado, cem anos é um século e um marco. Os dois zeros são como os olhos abertos da criança descrita nas Pequenas Memórias de José Saramago”, conta o artista. “Os olhos de José Saramago sempre estiveram muito abertos para ver o mundo, para descrevê-lo e para mudá-lo.”

Foram concebidas duas versões do logo do centenário. A primeira, apenas tipográfica, chamada pelo criador de “o logo principal”, insere o numeral cem na palavra Saramago para cria uma imagem que “diz tudo o que tem que dizer” com a simples fusão das palavras Saramago 100.

A segunda versão utiliza a letra S, inicial do nome do escritor, sugerindo a partir dela uma cabeça com os olhos muito abertos. “Uma letra S que olha através do 100”, explica Estrada.

Embora tenha concebido uma versão colorida da segunda versão do logo, Estrada sugere que a imagem mais simples, a preto e branco, seja a mais difundida. “Não devemos esquecer, é melhor que as coisas importantes sejam escritas a preto e branco, como nas páginas de um livro. Sobretudo agora que vivemos num mundo cheio de ruído e de imagens que dizem menos do que prometem, exatamente o contrário do que a literatura faz”.

Pin It on Pinterest

Share This