Programa – 20 anos do Prémio Nobel a José Saramago

Programa – 20 anos do Prémio Nobel a José Saramago

No dia 8 de outubro de 1998 José Saramago tornou-se o primeiro, e até agora único, Prémio Nobel de Literatura em língua portuguesa. Agora, passadas duas décadas, uma série de iniciativas pretende recordar esse momento histórico para a literatura lusófona, celebrando o Prémio e o Escritor que o recebeu.

A Fundação José Saramago organiza ou co-organiza várias dessas actividades, tanto em Portugal como noutras partes do mundo. As celebrações arrancam nos dias 6 e 7 de outubro, com uma iniciativa organizada pelo Gabinete do Primeiro-Ministro em conjunto com a Fundação: o Primeiro-Ministro António Costa irá visitar lugares emblemáticos da vida e obra de José Saramago: Lanzarote, Azinhaga e Lisboa. Em Lanzarote, a visita contará com a presença do chefe de governo de Espanha, Pedro Sánchez.

Entre os dias 8 e 10 de outubro, em Coimbra, terá lugar o Congresso Internacional «José Saramago: 20 anos com o Prémio Nobel», coordenado pelo Professor Carlos Reis, que conta com 6 dezenas de comunicações e mais de 300 participantes. No primeiro dia do Congresso será apresentado o livro Último Caderno de Lanzarote (edição da Porto Editora), inédito de José Saramago.

Este livro será depois apresentado em Lisboa, a 12 de outubro, dia em que a Biblioteca Nacional de Portugal inaugura uma exposição documental dedicada a José Saramago. Esta sessão será também de apresentação de Um país levantado em alegria, de Ricardo Viel, que conta os bastidores dos dias que antecederam e que se seguiram ao anúncio do Prémio.

A 15 de dezembro, encerrando as comemorações, o Grande Auditório da Culturgest será palco da estreia mundial da sinfonia Memorial, composta por António Pinho Vargas, baseada em três romances de José Saramago e de celebração também dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Além de Lisboa, no Porto, em Madrid, Guadalajara, Belém do Pará, Vigo, Lanzarote, Azinhaga e em muitos outros cantos do mundo, José Saramago e a língua portuguesa serão celebrados.

A todas as entidades, públicas e privadas, que colaboram com a Fundação José Saramago neste programa, deixamos uma palavra de agradecimento.

Abaixo, deixamos a agenda das iniciativas programadas para a celebração dos 20 anos do Nobel. No decorrer das próximas semanas avançaremos mais detalhes de cada uma das iniciativas: 

Agenda 20 anos Nobel

6 e 7 de outubro, Lanzarote, Azinhaga e Lisboa
“Lugares de Saramago”, um roteiro com o Primeiro-Ministro António Costa por lugares marcantes da vida e obra de José Saramago
Uma iniciativa do Gabinete do Primeiro-Ministro e da Fundação José Saramago

8 a 10 de outubro, Convento São Francisco, Coimbra 
Congresso Internacional “José Saramago: 20 anos com o Prémio Nobel”

12 de outubro, Biblioteca Nacional de Portugal, Lisboa (18h)
Apresentação dos livros Último caderno de Lanzarote, de José Saramago, e Um país levantado em alegria, de Ricardo Viel, e abertura de uma exposição em homenagem a José Saramago

14 de outubro, Centro de Trabalho Vitória, Lisboa (16h)
Sessão Evocativa dos 20 anos da atribuição do Prémio Nobel de Literatura a José Saramago, organizada pelo Partido Comunista Português, com a presença de Jerónimo de Sousa

25 de outubro, Fundação César Manrique, Lanzarote (Espanha)
Apresentação do livro Último caderno de Lanzarote, de José Saramago

29 de outubro, Biblioteca Almeida Garrett, Porto (21h30)
Apresentação de Último Caderno de Lanzarote, de José Saramago, e Um país levantado em alegria, de Ricardo Viel

31 outubro, Fundação José Saramago, Lisboa (18h30)
Sessão com Ana Margarida Carvalho sobre os contos de José Saramago

7 de novembro, Fundação José Saramago, Lisboa (18h30)
Sessão com António Mega Ferreira sobre a poesia de José Saramago

14 de novembro, Fundação José Saramago, Lisboa (18h30)
Sessão com Jorge Vaz de Carvalho sobre a música na obra de José Saramago

5 de dezembro, Fundação José Saramago, Lisboa (18h30)
Sessão com Carlos Reis sobre o romance saramaguiano

10 de dezembro (data a confirmar), Torreão Poente da Praça do Comércio
Abertura da exposição «A Rebeldia de Nobel», com fotografias e textos de mais de duas dezenas de escritores vencedores do Prémio Nobel de Literatura
Organização da Câmara Municipal de Lisboa e da Fundação José Saramago, com o apoio da Embaixada da Suécia em Portugal

14 de dezembro, no Museu do Estado do Pará (Belém do Pará, Brasil)
Inauguração da exposição «Saramago – os pontos e a vista», cuja curadoria e de Marcello Dantas

15 de dezembro, Grande Auditório da Culturgest, Lisboa (19h)
Estreia mundial da sinfonia Memorial, de António Pinho Vargas, num concerto de celebração dos 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos

Pin It on Pinterest

Share This