Em Sevilha, plataforma contra a violência machista homenageia José Saramago

Em Sevilha, plataforma contra a violência machista homenageia José Saramago

Há dez anos, no dia 21 de outubro de 2006, um grupo de homens marchou pelas ruas de Sevilha contra a violência machista. A iniciativa partiu de uma ideia de José Saramago que umas semanas antes afirmara, num programa de televisão, que a questão dos maus-tratos às mulheres era um “problema de homens” e que por isso deveriam ser eles a encabeçar uma manifestação pelo fim das agressões. “Se os homens não se decidem a tomar isso nas mãos continuarão a existir muitas mortes”, disse naquela altura.

Desde 2006, a plataforma “Foro de Hombres por la Igualdad” convoca anualmente, em outubro, uma marcha. Este ano, assinalando o décimo aniversário da iniciativa, a Manifestação dos Homens contra as Violências Machistas tem um programa mais amplo. Além da marcha, realizar-se-á na Universidade de Sevilha uma jornada de três dias sobre o tema, e também uma homenagem a José Saramago.

“José Saramago deveria ter recebido este reconhecimento em 2007, mas a sua saúde não lhe permitiu vir recebê-lo. A homenagem é-lhe dedicada pela sua valentia ao convocar todos os homens (…) Não podemos calar-nos ou olhar para o outro lado como se este problema nos fosse alheio. Saramago era esse tipo de homem sábio, cuidadoso e amável que nos mostra que há alternativas ao modelo masculino, hegemónico, misógino, homofóbico, individualista e competitivo”, diz a plataforma Homens contra a Violência Machista no seu comunicado.

A homenagem ao escritor português acontece na Casa de la Província, às 17h do dia 21 (sexta-feira). Pelas 19h terá início a marcha pelas ruas de Sevilha – a concentração terá lugar na Puerta Jerez.
Para mais informações sobre a iniciativa, aceda: https://hombrescontralasviolenciasmachistas.com/

cartel
O programa completo pode ser consultado aqui.

Leia artigo no El País sobre a iniciativa.

Pin It on Pinterest

Share This