Silencia-se a “voz” de Paco de Lucía

Silencia-se a “voz” de Paco de Lucía

(Paco de Lucía 1947 – 2014)

Nesta quarta-feira, a Península Ibérica despertou emudecida com a notícia da morte do guitarrista espanhol Paco de Lucía. Segundo as primeiras informações, o músico, que estava de férias em Cancún, no México, sofreu um enfarte e faleceu a caminho do hospital.

Paco de Lucía gravou seu primeiro disco aos 14 anos e dedicou toda a vida à música, ainda que em mais de uma ocasião tivesse dito “detestar” a guitarra. “Adoraria poder viver sem a música, com ela sofro muito“.
Tinha 66 anos e deixa um imenso legado que o coloca, ao lado de Enrique Morente e Camarón de la Isla, como um dos grandes mestres do flamenco.
Em 2004 recebeu o prémio Príncipe de Astúrias pela sua capacidade de “transcender fronteiras e estilo” e, desse modo, tornar-se um “músico de dimensão universal”. “Tudo o que possa ser expressado com as seis cordas da guitarra está nas suas mãos”, assinalou o júri do prémio.
José Mercé, uma das figuras mais representativas do flamenco da atualidade, declarou que Paco de Lucía era um “monstro da guitarra” e que “nos próximos 200 anos” não surgirá um guitarrista a sua altura.

Sua morte nos emudece. Resta-nos escutá-lo:

Pin It on Pinterest

Share This