Texto #12: “Há sempre uma mulher a sustentar cada um dos meus romances”

 TEXTO #12:

“Se alguma vez alguma personagem minha ficar na memória das pessoas, será a de uma destas mulheres, e não é por eu predeterminar o seu carácter, ou agir mediante estratégias prévias. O carácter destas mulheres nasce naturalmente no meio da situação concreta que estou a narrar. Certa vez alguém me perguntou: «Mas porque é que escolhe sempre uma mulher?» E eu respondi: «O senhor acha que um homem teria feito tudo o que essa mulher fez?» É claro que não. Há sempre uma mulher a sustentar cada um dos meus romances: Lídia em O Ano da Morte de Ricardo Reis, Blimunda no Memorial do Convento, Maria Madalena no Evangelho segundo Jesus Cristo…”

José Saramago, em entrevista ao ABC, Madrid, 9 de agosto de 1996, in José Saramago nas suas palavras (2010)

 

Durante o mês de março, seguindo a sugestão dos amigos argentinos do Mundo Blimunda, a Fundação recuperará palavras de Saramago sobre as mulheres. Veja os textos anteriores:

TEXTO #1
TEXTO #2
TEXTO #3
TEXTO #4
TEXTO #5
TEXTO #6
TEXTO #7
TEXTO #8
TEXTO #9
TEXTO #10
TEXTO #11

Pin It on Pinterest

Share This