Vencedores do Prémio Portugal Telecom de Literatura são hoje conhecidos

Os vencedores do Prémio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa 2012, que pela primeira se distribui pelas categorias Poesia, Romance e Conto/Crónica e inclui um Grande Prémio, são hoje conhecidos em S.Paulo.

Os prémios em cada categoria têm o valor de 50.000 reais, cerca de 19.000 euros, assim como o Grande Prémio que é atribuído entre os três vencedores, escolhidos por um júri formado por críticos, jornalistas e académicos, designdamente Alcides Villaça, Antonio Carlos Secchin, Benjamin Abdala Júnior, Leyla Perrone Moisés, Manuel da Costa Pinto e Maria Esther Maciel.

Entre os 12 finalistas do Prémio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa, que este ano comemora o 10º ano aniversário, estão os portugueses Valter Hugo Mãe com o romance “A máquina de fazer espanhóis” e o poeta Gastão Cruz com “Escarpas”.

Além de “Escarpas” que reúne a produção literária de Gastão Cruz, são finalistas da categoria poesia “Vesúvio”, de Zulmira Ribeiro Tavares, “Da arte das armadilhas”, segundo livro de poesia da jovem mineira Ana Martins Marques e “Junco”, do artista plástico Nuno Ramos, vencedor do Prémio Portugal Telecom 2009, com “Ó” (publicado em Portugal pela Cotovia).

Na categoria romance, além de Valter Hugo Mãe estão na corrida ao prémio Michel Laub, com “Diário da queda”; Bernardo Kucinski, com o seu primeiro romance “K.” e Julián Fuks, com “Procura do romance”.

Na categoria de conto e de crónica, foram selecionados os brasileiros Dalton Trevisan, Prémio Camões 2012, com “O anão e a ninfeta”; Sérgio Sant’Anna, com “O livro de Praga”; João Anzanello Carrascoza, com “Amores mínimos” e Evando Nascimento, com “Cantos do mundo”.

Pin It on Pinterest

Share This