José Saramago / La Obra / Bibliografía

Todos los nombres

Todos los nombres
1997

Pode dizer-se, superficialmente, que é um romance sobre a morte e os mortos, e no qual há até um cemitério enorme, disparatado. Mas não, não é assim, é uma obra sobre a vida

José Saramago

Tienda

Portugal

Todos los nombres

Porto Editora
2015 (1ª edição na Porto Editora; 12ª edição)


Idioma
portugués

A caligrafia da capa é da autoria do cineasta Miguel Gonçalves Mendes

O protagonista é um homem de meia idade, funcionário inferior do Arquivo do Registo Civil. Este funcionário cultiva a pequena mania de coleccionar notícias de jornais e revistas sobre gente célebre. Um dia reconhece a falta, nas suas colecções, de informações exactas sobre o nascimento (data, naturalidade, nome dos pais, etc.) dessas pessoas. Dedica-se portanto a copiar os respectivos dados das fichas que se encontram no arquivo. Casualmente, a ficha de uma pessoa comum (uma mulher) mistura-se com outras que estás copiando. O súbito contraste entre o que é conhecido e o que é desconhecido faz surgir nele a necessidade de conhecer a vida dessa mulher. Começa assim uma busca, a procura do outro.